3 Mitos e 3 Factos sobre smartphones recondicionados

Apesar de a compra de smartphones recondicionados ser cada vez mais comum, persiste a necessidade de desmistificar o preconceito ainda existente em relação a este tipo de dispositivos.

De acordo com estudos recentes, estima-se que em 2030 os resíduos de equipamentos eletrónicos totalizem cerca de 74 milhões de toneladas em todo o mundo. Tendo em consideração estes dados, torna-se urgente incentivar os consumidores a ter hábitos de compra mais conscientes e sustentáveis, optando pela compra de smartphones recondicionados com qualidade e segurança, ao invés de novos.

Neste sentido, partilhamos três mitos e três factos associados aos smartphones recondicionados, para compreender a importância de contribuir para o crescimento da economia circular no mundo.

Começando pelos mitos:

1.  Os smartphones recondicionados têm menos qualidade do que os smartphones novos

Ao contrário do que se pensa, os smartphones recondicionados têm tanta qualidade como se de novos se tratassem. É garantida a qualidade pois este tipo de dispositivos, antes de chegar ao consumidor, é sujeito a um processo de recondicionamento exaustivo e rigoroso. Na Swappie, por exemplo, este é um processo de 52 passos que recorre a alta tecnologia e com profissionais especializados, o que torna o serviço ainda mais confiável e forte. Além de ser feita uma limpeza ao dispositivo, é verificada a bateria e todas as questões relacionadas com hardware.

2.  Os smartphones recondicionados não possuem garantia

Depois de passarem por um processo exaustivo e rigoroso de recondicionamento, os smartphones passam a ter uma “nova” garantia. Qualquer problema que surja é avaliado e resolvido pela marca, partindo do pressuposto que o dispositivo está dentro do período de garantia estabelecido. O facto de os smartphones recondicionados possuírem garantia é extremamente importante, uma vez que reforça o sentimento de confiança para a potencial aposta neste tipo de dispositivos.

3.  Não é possível saber se o smartphone está realmente em bom estado

Hoje em dia já há muitas empresas que dispõem de lojas físicas, para que o consumidor possa experimentar e analisar o dispositivo. Além disso, também há empresas, como é o caso da Swappie, que dispõem de um período de 14 dias para devoluções/reembolsos. Assim, o consumidor tem mais tempo para testar e ver tudo com calma. Caso esteja insatisfeito com o seu desempenho, pode pedir reembolso ou devolução deste.

Agora, no que diz respeito aos factos:

1.  Apostar num smartphone recondicionado significa contribuir para um mundo mais sustentável

Uma das vantagens ao comprar um dispositivo recondicionado é exatamente o facto de se estar a contribuir para um consumo mais sustentável através do crescimento da economia circular. A opção por um smartphone recondicionado traduz-se na redução da emissão de CO2 para o ambiente e, além disso, previne que resíduos eletrónicos prejudiciais acabem na natureza. Também significa contribuir para a reciclagem responsável dos recursos existentes e apostar no “aumento de vida” do dispositivo, uma vez que os produtos químicos para o fabricar são mantidos fora do solo e recursos valiosos são poupados.

2.  Os smartphones recondicionados são boas alternativas pela sua relação preço-qualidade

No mercado dos recondicionados, existem opções de grande qualidade a preços mais reduzidos, o que atrai bastante os consumidores. No caso da Swappie, dependendo das condições do telemóvel, nomeadamente o seu estado, bateria e ainda a capacidade de memória, há reduções de preço que se traduzem numa poupança de até 40%. A combinação entre preços acessíveis, máxima qualidade dos aparelhos e o facto de se apresentar como uma solução sustentável acaba por ser um atrativo ainda maior para os consumidores.

3.  Consoante a categoria, o smartphone recondicionado apresenta diferentes características

Por norma, existem três categorias no que toca à venda de smartphones recondicionados: “como novo”, “muito bom” e “satisfatório”. Aquilo que difere entre categorias, além do preço, é exatamente as marcas exteriores (sinais de uso exterior, como o ecrã e parte de trás do dispositivo). Na Swappie, um smartphone recondicionado no estado “como novo” poderá apresentar marcas pouco visíveis, tais como pequenos riscos, mas nunca marcas muito percetíveis. No caso do “muito bom”, o dispositivo eletrónico apresenta marcas visíveis, tais como riscos, amolgadelas e outras marcas. Em relação ao “satisfatório” o smartphone apresenta marcas mais visíveis, tais como riscos acentuados e amolgadelas.

Apesar de haver um longo caminho a percorrer no sentido de desmistificar o preconceito que ainda existe relativamente à compra de aparelhos tecnológicos recondicionados, há já, felizmente, cada vez mais preocupação em optar por produtos mais sustentáveis na hora de escolher um smartphone. Além disso, as pessoas estão cada vez mais predispostas em procurar contribuir para uma economia circular e combater desperdícios e produção em massa. Optar pela compra de smartphones recondicionados pode ser uma ótima alternativa para ajudar a caminhar nesse sentido.


Publicações relacionadas