Dia da Terra! A Swappie Fecha o Ciclo em Dispositivos Eletrónicos

Quase todas as semanas o mundo da tecnologia é agitado com os melhores e mais recentes dispositivos com recursos “indispensáveis”. Os fabricantes de telemóveis e operadoras de serviços dizem que “precisamos de ter uma versão mais recente”. E a pressão social faz com que as pessoas queiram ter o mais novo smartphone do mercado. Mas que impacto é que isto está a ter no nosso planeta? Quando mandamos um telemóvel ou computador velho para o lixo, podemos estar a fazer mais mal do que imaginamos. Em homenagem ao Dia da Terra, vamos dar uma olhada aos efeitos que o nosso vício em tecnologia tem sobre o meio ambiente e a algumas medidas que devemos tomar para manter o nosso planeta saudável.

Como é que a nossa Tecnologia Afeta o Meio Ambiente.

Muitos dos nossos dispositivos favoritos, como telemóveis, computadores e tablets, contêm componentes que, quando reciclados de maneira inadequada, podem ter impacto na saúde humana. Metais pesados ​​e substâncias tóxicas como chumbo, cádmio, berílio e retardadores de chama não nos prejudicam quando estão contidos em segurança nos nossos dispositivos, mas quando esses dispositivos são descartados em aterros sanitários, tornam-se um problema. Se o seu telemóvel ou portátil antigo acabar num aterro sanitário ou for incinerado ou derretido com outros resíduos, essas toxinas podem entrar na atmosfera ou no nosso sistema de abastecimento de água.

Outro problema é que os circuitos dos nossos dispositivos são construídos com metais preciosos valiosos que são difíceis de obter. Ouro, cobre, prata e paládio podem ser encontrados em abundância nos nossos computadores e smartphones e, como a demanda por tecnologia continua a crescer, o mesmo acontece com a demanda por estes recursos finitos. Quando descartamos dispositivos antigos, descartamos estes recursos, revelando pouca consideração pelos mineiros que colocam as suas vidas em risco para extrair estes minerais. E muitas vezes esquecemo-nos que, embora estes recursos possam ser reciclados, temos que ter um papel ativo em garantir que sejam reciclados e não simplesmente descartados.

E em Relação aos Telemóveis?

Embora a tecnologia em geral tenha impacto sobre o meio ambiente, os telemóveis são um problema específico devido à frequência com que mudamos para novos dispositivos. Em 2020 a produção de smartphones emitiram 125 mega toneladas de CO2. As emissões aumentaram cerca de 730% nos últimos 10 anos.

O lixo eletrónico é o fluxo de lixo de crescimento mais rápido no mundo. Mas muitas pessoas, especialmente aquelas em países desenvolvidos, percebem que simplesmente mandar o telemóvel antigo para o lixo não é uma solução. Felizmente, a maioria dos componentes de um telemóvel pode ser reciclada e reutilizada. Mesmo assim, falta conhecimento sobre como reciclar adequadamente os dispositivos e faltam recursos acessíveis para muitas áreas. Embora possa encontrar um programa de reciclagem de lixo eletrónico local para si, estes programas dificilmente conseguem acompanhar a quantidade de lixo que criamos.

Como tal, em vez de mandarem telemóveis antigos para o lixo, e tendo em conta a falta de recursos para a reciclagem de lixo eletrónico, muitas pessoas simplesmente mantêm os seus dispositivos antigos. Mas se isso for verdade, existem biliões de dispositivos móveis simplesmente a acumular pó nas gavetas e prateleiras. Na verdade, muitas pessoas continuarão a utilizar um telemóvel por apenas um ou dois anos, comprarão um telemóvel mais novo e mais rápido e deixarão o antigo ficar por casa muito mais tempo do que esteve na realidade a ser utilizado.

Como Podemos Evitar a Criação de Mais Lixo?

É improvável que a nossa obsessão por tecnologia diminua. À medida que a tecnologia se torna cada vez mais parte integrante das nossas vidas, precisamos de encontrar soluções inovadoras para combater o lixo eletrónico e os problemas que causa. Mas isto certamente levará tempo. Como consumidores, precisamos de dar pequenos passos na direção certa. Pode ser difícil equilibrar o desejo de ter o dispositivo mais recente ao mesmo tempo que respeitamos o nosso planeta. Como pessoa, pode sentir que as suas ações não têm impacto, mas, na realidade, as suas ações podem encorajar outras pessoas e inspirar novas políticas.

Aqui estão algumas medidas que pode tomar para evitar a criação de mais lixo eletrónico:

● Repense as suas necessidades – precisa mesmo de algo novo? Pense sobre os motivos pelos quais necessita deste dispositivo. Se apenas fizer chamadas, navegar na Internet e jogar alguns jogos, um telemóvel reciclado não será suficiente? Também pode adquirir uma versão mais recente do seu dispositivo, obter novos recursos e algo novo para si sem aumentar a demanda global por novos produtos.
● Cuide dos seus dispositivos – ao cuidar adequadamente do seu smartphone (ou seja, mantendo o mesmo limpo, protegido numa caixa, etc.), pode prolongar a sua vida útil. Não mude de telemóvel apenas por mudar – espere até que seja realmente necessário.
● Reutilize sempre que possível – quando estiver pronto para trocar o seu dispositivo, certifique-se de que sabe o destino a dar ao seu dispositivo antigo. Em alguns casos, se o dispositivo ainda estiver em boas condições, poderá ser restaurado e utilizado. Procure programas para doar dispositivos antigos a instituições de caridade ou organizações sem fins lucrativos, ou troque o seu dispositivo antigo para obter um desconto num novo.
● Recicle corretamente os aparelhos eletrónicos – se o seu dispositivo já tiver uma idade avançada, ou não funcionar, poderá ser melhor reciclá-lo. Quando recicla um dispositivo, os metais preciosos são removidos e reutilizados em novos dispositivos. Isto significa que não haverá a necessidade de minerar nenhum novo metal e o seu dispositivo não ficará simplesmente encostado a apanhar pó ou atirado para um aterro sanitário.

Se está preocupado em criar lixo, opte por um telemóvel usado quando for comprar. Quando compra um telemóvel usado de um vendedor de boa reputação, o telemóvel geralmente passa por testes rigorosos antes de ser vendido ao consumidor. Desta forma, sabe que está a comprar um dispositivo de qualidade sem contribuir para o problema crescente do lixo eletrónico.

Juntos a construir um futuro tecnológico mais sustentável.

Agora que já sabe: Temos que reduzir a perda de recusos e evitar criar mais lixo electrónico. O mais importante é mudar as nossas atitudes de uso de aparelhos electrónicos. Em cima poderá consultar algumas dicas para começar essa sua viagem. Juntos temos que criar uma economia circular, que irá modificar como usámos os nossos aparelhos electrónicos para sermos mais sustentáveis.

Nossa visão:

  1. Um consumidor adquire um novo dispositivo e utiliza-o enquanto estiver disponível (de preferência, pelo menos dois anos).
  2. O consumidor decide que está hora de adquirir uma nova versão do dispositivo e troca o seu telemóvel antigo por dinheiro (ou doa).
  3. O telemóvel antigo é restaurado e revendido ou reutilizado até que não seja mais utilizável.
  4. Quando a vida útil do dispositivo expirar, uma instalação de reciclagem irá extrair todos os componentes reutilizáveis ​​(ou seja, metais preciosos, plásticos, etc.) e descartar adequadamente os materiais perigosos.
  5. Os componentes reutilizáveis ​​são fabricados num novo dispositivo.

We all agree smartphones make our lives more convenient, so we can stay connected, productive, and entertained. However, smartphones are here to stay.  

Dê o pirmeiro passo com a Swappie!

Swappie fica contente em dar-lhe valor pelos telefones antigos, numa maneira fácil e segura. Facilitamos a troca baseada numa economia circular. Portanto, se depois de ler este artigo encontrar um iPhone antigo nas suas gavetas, venda-o à Swappie, para que possamos renová-lo. O seu dispositivo usado tornar-se-á o novo iPhone de outra pessoa, que lhe irá dar um novo uso.

O mundo será mais sustentável, se todos nós fizermos o nosso papel.


Publicações relacionadas