Tudo o que precisas de saber sobre baterias do iPhone

Nos iPhones exclusivos da Apple, a bateria é geralmente um pequeno mistério. Ao contrário do que acontece nos telemóveis de alguns concorrentes, não é possível remover a bateria, por isso tens de confiar que o que recebes é realmente bom. Um iPhone com um bom aspeto e uma bateria má não te vai ajudar a encontrar um novo smartphone.

Felizmente, não tens de ficar às escuras. Neste guia, ajudamos-te a responder às tuas principais dúvidas sobre as baterias do iPhone, desde compreender bons níveis de capacidade até ao desempenho típico de uma bateria de iPhone nos diferentes modelos.

Um aviso: tudo o que dizemos neste guia é geralmente válido para todos os modelos atuais e recentes do smartphone exclusivo da Apple. Quando necessário, realçamos como diferentes modelos se comportam em termos de bateria. No entanto, no geral, este guia de baterias do iPhone será aplicável quer pretendas comprar um iPhone 7 ou 11.

Compreender a capacidade da bateria do iPhone

Com o lançamento do iOS 11.3 em 2018, a Apple apresentou uma nova funcionalidade, capaz de te dizer muito sobre a saúde da tua bateria: capacidade. Numa escala de 0% a 100%, esta função descreve exatamente quanto tempo o teu iPhone deve durar entre cada ciclo de carga.

Ao longo do tempo a capacidade máxima da bateria do teu telefone vai diminuindo. Normalmente, os iPhones novos têm uma capacidade de 100%, mas os ciclos de carga e potenciais danos (como expor o teu telemóvel a temperaturas extremas) reduzem-no.

À medida que a saúde da tua bateria se degrada, diminui também a sua capacidade de proporcionar o máximo desempenho.

Qual a capacidade da bateria do iPhone que é considerada uma condição ideal?

Podes pensar que, como a capacidade máxima do teu telemóvel começa nos 100%, esta é a única condição ideal a ser considerada. Mas, na verdade, não é bem assim. A Apple considera que qualquer iPhone com uma capacidade de bateria igual ou superior a 80% está em ótimo estado.

Na verdade, a Apple está tão confiante na saúde da bateria que a sua garantia de 1 ano cobre qualquer bateria com uma capacidade igual ou superior a 80%. Não é pouco comum ver iPhones que, após um ano, ainda apresentem uma capacidade da bateria de 95% ou mais.

A razão é um tipo de proteção contra falhas. A Apple fabrica as suas baterias com uma capacidade excedentária, o que significa que, na verdade, estas não utilizam todo o seu potencial quando operam a 100%. Assim, quando estás a funcionar a 80%, ainda continuas a funcionar em condições ideais.

Como verificar o estado da bateria do teu iPhone

Em qualquer iPhone com iOS 11.3 ou posterior, podes consultar a capacidade da bateria em Definições > Bateria > Saúde da bateria. É importante notar que esta funcionalidade só está disponível para o iPhone 6 e modelos posteriores.

No teu ecrã de saúde da bateria também podes ver uma importante métrica secundária: a capacidade de desempenho máximo. Devido à nuance acima mencionada, este ecrã pode ser até mais importante do que a capacidade.

Se a tua bateria funcionar de forma otimizada para suportar todas as tuas aplicações, verás uma mensagem simples que indica que o teu telemóvel está a funcionar no desempenho máximo normal. Se a tua bateria estiver gasta e eventualmente precisar de ser substituída, poderás ver um aviso de que está degradada e deve ser substituída.

O teu telemóvel continuará a funcionar, mas o tempo entre cada ciclo de carga será significativamente menor. Esta mensagem só aparece quando a capacidade da tua bateria é igual ou inferior a 79%.

Como prolongar a autonomia e o desempenho da bateria do teu telemóvel

Primeiro, é importante salientar que a Apple tenta resolver o problema por ti. O resultado é a famosa “aceleração do desempenho” que causou alguma controvérsia há alguns anos atrás.

A gestão de desempenhoacelera o desempenho da tua bateria e do telemóvelpor ti para manter o iPhone a funcionar. Podes desativá-la manualmente, mas, nesse caso, o teu iPhone já estará perto de ter uma bateria fraca.

Em alternativa, faz sentido tomar alguns passos simples que podemprolongar a autonomia da bateria do teu telemóvel life, cortesia da Apple:

  • Realiza as atualizações mais recentes do iOS. Cada grande atualização inclui novas funcionalidades para preservar e prolongar a autonomia da bateria.
  • Procura manter o teu telemóvel a temperaturas entre os 15 e 23 graus celsius, em média. Qualquer temperatura acima ou abaixo destes valores pode danificar a tua bateria de lítio.
  • Evita calor excessivo durante o carregamento. Algumas capas ou superfícies podem provocar o aquecimento do teu telemóvel, danificando a bateria. Toca-lhe durante o modo de carga para garantir que se mantém fresco.
  • Guarda o teu telemóvel com a carga a metade. O esvaziamento total da bateria pode provocar a sua descarga profunda, causando danos significativos. O esvaziamento de uma bateria cheia pode ter o mesmo efeito.
  • Ativa a luminosidade automática. As configurações de um ecrã mais brilhante tendem a esvaziar rapidamente a tua bateria, obrigando-te a acelerar os ciclos de carga e a perda da saúde da bateria.
  • Consulta as tuas ações em segundo plano em Definições > Geral > Atualização em segundo plano. Se estiverem a funcionar demasiadas aplicações em segundo plano, estas vão esvaziar a tua bateria.

Uma bateria nova, não Apple ou uma bateria Apple usada: qual é melhor?

Ao comprar um telemóvel usado ou recondicionado, podes pensar que uma bateria nova vale o preço. É claro que podes não querer pagar os 79 dólares que terás de pagar e, por isso, procuras outro vendedor.

No geral, esta é uma má ideia. Na verdade, é ainda pior do que manter a tua bateria usada, desde que a bateria usada ainda mantenha uma capacidade igual ou superior a 80%.

As baterias de terceiros não são compatíveis com as características de saúde e capacidade da bateria acima mencionadas. Por outras palavras, significa que não tens ideia do desempenho real das baterias.

No entanto, é provável que o desempenho não acompanhe o produto da Apple. Apesar de existirem poucas comparações de referência, nas que existem a Apple tende a vencer os seus concorrentes em termos de desempenho da bateria.

Desempenho das baterias do iPhone com base em modelos individuais

Quando procuras um iPhone usado, provavelmente a autonomia e o desempenho da bateria estão entre as tuas principais preocupações. Podes avaliar fatores como a velocidade de processamento ou a RAM, mas quanto é que isso realmente te diz sobre o uso real do telemóvel?

Felizmente, também existem outras métricas. Uma delas é a medição do desempenho da Geekbench, que uniformiza todos os dispositivos iOS para comparar o seu desempenho diretamente entre si. Os resultados, do maior desempenho para o menor:

  • iPhone 11 Pro Max – 1330
  • iPhone 11 – 1280
  • iPhone XS Max – 1110
  • iPhone XR – 1108
  • iPhone 8 – 922
  • iPhone 7 – 742
  • iPhone 6S – 542
  • iPhone 6 – 308

A autonomia da bateria é outro fator importante ao comprar um iPhone. Os especialistas em análise da AnandTech analisaram a autonomia da bateria de cada modelo de iPhone dos últimos anos. Basearam a sua comparação no tempo que um telemóvel consegue potenciar a carga completa ao navegar de forma contínua com WiFi. Os resultados estão abaixo:

  • iPhone 11 Pro Max – 15,58 horas
  • iPhone 11 – 14,03 horas
  • iPhone XR – 12,95 horas
  • iPhone 8 Plus – 11,83 horas
  • iPhone XS Max – 10,31 horas
  • iPhone 7 – 9,22 horas

As tendências ao nível do desempenho e da autonomia da bateria tendem a ser lineares. Cada novo modelo tende a ser mais potente do que o anterior, ao mesmo tempo que adiciona novas funcionalidades que preservam e prolongam a autonomia da bateria.

A conclusão ao comprar um iPhone recondicionado: quer a sua capacidade seja ou não inferior a 100%, os modelos mais recentes tendem a ter uma autonomia maior da bateria do que os seus equivalentes mais antigos e, por isso, serão úteis por mais tempo.

iPhone recondicionado vs. outras marcas: Quem vence a batalha das baterias?

É claro que podes estar à procura de outro telemóvel que não um iPhone. Nesse caso, é importante questionares-te sobre como a autonomia e o desempenho da bateria se comparam entre os produtos Apple e os seus concorrentes.

No caso de telemóveis novos, geralmente a Apple ganha. Nos dois indicadores de desempenho e autonomia a bateria acima, os modelos do iPhone apresentaram melhores resultados do que os seus equivalentes Android e Google do mesmo ano.

Mas então e os telemóveis recondicionados? Mesmo aqui continua a ser melhor confiar nos iPhones em comparação com outros telemóveis recondicionados. No geral, os iPhones mantém cerca de 15% mais valor por ano do que os seus melhores equivalentes Android. Isto indica que a bateria não se degrada tanto, o desempenho não diminui tão rapidamente e o ecrã não se danifica tão facilmente.

Em resumo, o iPhone tende a vencer a batalha das baterias. Ele não só começa bem, como também se mantém forte durante mais tempo. É isso que o torna uma ótima escolha para quem procura um smartphone recondicionado.

O que se podes esperar de um iPhone Swappie recondicionado?

Compreender como funciona a bateria de um smartphone é essencial para encontrar uma que funcione bem para ti, mesmo (e principalmente) se se tratar de uma recondicionada. Na Swappie garantimos que todos os iPhones recondicionados têm uma bateria com uma capacidade de, pelo menos, 80%, o que significa que apresentarão um desempenho semelhante ao de um iPhone novo. Não precisas de te preocupar com substituir imediatamente a bateria para obter o desempenho desejado.

Essas expectativas nem sempre são as mesmas para outros comerciantes de telemóveis recondicionados. Podes acabar por receber uma bateria com uma capacidade inferior a 80%, reduzindo significativamente o seu desempenho e a autonomia restante. É importante ser realista sobre o que podes esperar à medida que pensas durante o processo de compra.

Principalmente nos modelos mais antigos, é claro, mesmo uma bateria em perfeito funcionamento não será tão eficaz como seria num modelo mais recente. Tal como mostrado acima, um iPhone 7 dura mais de 6 horas menos do que o modelo mais recente. Manter as tuas expectativas em linha com a realidade pode ajudar-te a fazer uma compra que seja boa para ti e para o teu telemóvel.


Publicações relacionadas